Psicoterapia Cognitivo-comportamental

O que é a Terapia Cognitivo-Comportamental?

A terapia cognitivo-comportamental é uma abordagem terapêutica baseada nos seguintes princípios:



1. Modelo Cognitivo das Perturbações Emocionais


A análise da interacção entre pensamentos, emoções e comportamentos permite compreender o modo como  os sintomas de mal-estar psicológico se mantêm e a desenvolver intervenções adequadas ao problema. O primeiro objectivo da terapia é o de identificar e quebrar o ciclo de manutenção do problema, através da modificação dos pensamentos, da melhoria do humor e/ou da mudança do comportamento. De modo a alcançar resultados duradouros, é igualmente importante modificar as atitudes que predispõem a  problemas e ajudar o cliente a planear formas alternativas e eficazes de lidar com as situações problemáticas.



2. A Terapia é Simultaneamente Estruturada e Flexível.



A terapia decorre num espírito colaborativo, com a participação activa por parte do cliente, uma vez que os objectivos concretos da mesma são acordados entre terapeuta e cliente. Ainda que a terapia seja, essencialmente, dirigida à resolução de problemas concretos, toma em consideração as características particulares de cada cliente.

 

 

3. Terapia Orientada para o Problema


O foco inicial da terapia é a resolução de problemas presentes, incluindo o alívio de sintomas. Posteriormente, a terapia pode ajudar o cliente a explorar experiências do passado e a planear o seu futuro, de modo a prevenir recaídas.





4. A Terapia Cognitivo-Comportamental baseia-se num Modelo Educativo.


O terapeuta, para além de auxiliar o cliente a conhecer-se melhor, ajuda-o a alcançar os seus objectivos fornecendo-lhe a informação que necessita e/ou treinando as competências em falta (ex.: estratégias para reduzir a ansiedade). O terapeuta pode, ainda, sugerir actividades terapêuticas entre sessões para facilitar a concretização dos objectivos definidos.



A que tipo de problemas se dirige a Terapia Cognitivo-Comportamental?



Este tipo de terapia dirige-se a situações de mal-estar psicológico, particularmente:


• Alterações de humor, como a depressão, ansiedade, raiva, culpa;



• Problemas relacionais com a família, amigos ou colegas de trabalho;


• Dificuldade em definir e alcançar objectivos pessoais de vida.


Qual a duração do tratamento?


A duração da terapia varia com o tipo de problema. Contudo, como se centra particularmente no presente e trabalha de forma direccionada para o alcance de objectivos, tende a ser uma terapia breve.

© 2012  Integritas - Cuidados de Saúde, Lda.

Lisboa-Algés-Oeiras-Parede-Carcavelos-Cascais

  • facebook-square
  • b-tbird
  • b-googleplus